26 de abril de 2016

SE TU ME COLHES...



Se Tu me colhes...

sou jasmim.

Violeta,

orquídea,

lírio.

Margarida,

sou tulipa,

sou angélica,

miosótis

edelweiss.

Sou florzinha,

botãozinho.

Se Tu me colhes...

sou jardim!


{W_[amar yasmine]}

22 de abril de 2016

22 DE ABRIL - DIA DO PLANETA TERRA


Eu tenho muitos filhos

Cada um tem seu jeito de amar

Eu fui feita do vento

E nasci para semear


Eu tenho muitos filhos

Cada um tem seu jeito de amar

Eu fui feita da terra

E nasci para germinar


Eu tenho muitos filhos

Cada um tem seu jeito de amar

Eu fui feita da água

E nasci para alimentar






Eu tenho muitos filhos

Cada um tem seu jeito de amar

Eu fui  feita do fogo

E nasci pra purificar


Eu tenho muitos filhos

Cada um tem seu jeito de amar

Eu fui feita do éter

E nasci para ser "Amar"





{W_[amar yasmine]}

15 de abril de 2016

MEU DONO, MINHA VIDA E MEU AMOR!



Quando ainda era apenas uma menina iniciei minha jornada por uma montanha muito alta e íngreme. Linda. Na base, muitos pinheiros verde escuros que iam rareando à medida que me distanciava. Olhava pra cima tentando ver o cume, mas minha visão era impedida pelas nuvens. Só sabia que era coberto por neve e que se conseguisse chegar até lá provavelmente morreria congelada e meu corpo jamais seria encontrado.
Eu seria como milhões de pessoas que desaparecem de repente, tornando-se apenas um nome... Ou, um número.

Na maioria do tempo senti medo, muito, mas jamais permiti que meu desejo de descobrir todas as belezas das alturas e a proximidade com o Divino, me deixassem fraquejar. Passo a passo, às vezes trôpega, os pés doloridos e corpo ofegante e cansado, porque o solo era coberto de pedras pontiagudas e o ar cada vez mais rarefeito. Eu não desistia, entretanto, e segui meu destino.

Levei dias, semanas, meses, anos, séculos. Caí e me levantei. Morri e nasci. Sempre insistindo em atingir o pico. Ansiava pela chegada, por sentir o vento gelado na pele, por estar diante do templo sagrado reservado aos deuses tendo, à minha volta, o maior dos precipícios. E não temi a força de uma avalanche que poderia me soterrar. Eu a desejava, me cobrindo como um garanhão cobre sua égua no cio.

No trajeto, foram inúmeros obstáculos a serem vencidos. Muitas perdas. Incontáveis derrotas. Experiências boas e ruins que me ensinaram muito, inclusive a não perder a fé, a estender a mão a quem por mim passasse e a não permitir que a esperança se esvaísse. Quando enfim julguei que o cume da montanha fosse inacessível, uma utopia, eu o vi majestoso, mais perto do que poderia desejar. Tão maravilhosamente perto que só consegui me apequenar e me deixar ser tomada.

Não. Não era um sonho. Era real... O que de mais real conhecera até então. Desde então, minha alma se ajoelha para agradecer por conseguir chegar à esta maravilha de montanha de luz, por ser sua escrava submissa, sua masoquista, seu brinquedo protegido por asas imensas, guardada na palma de suas mãos.


A vida é muito generosa comigo.

Obrigada, Senhor Werther von AY erschaffen, 

meu Dono, minha Vida e meu Amor!






13 de abril de 2016

QUEM DERA...



O corpo em brasas

A mente cheia de tesão

Desejando que me arrastes

Para que eu apague com a língua

Tuas pegadas pelo chão

Esperando que me amarres bem forte

E depois me surres... muito..
.
E me tortures de todas as formas...

Me xingues e me humilhes...

Que faças em mim

O que costumas fazer no banheiro

Que cuspas na minha cara

E, não satisfeito,

Que escarres em mim

E que teus olhos brilhem muito

E tua boca fique com aquele esgar de sadismo

Que leva esta tua masoquista à loucura

E, assim, que gozes muito em mim

Meu maior presente


Oh, VIDA minha!

Quem dera tirar de Ti

Todos os incômodos e todas as dores

Quem dera colocar a teus pés

Todas as alegrias e prazeres

Quem dera ser teu gênio da lâmpada

Ser tua gueixa primorosa

Tua bonequinha, teu brinquedo

Quem dera... quem dera... quem dera...

Ser tua puta de mel!



{W_[amar yasmine]} 




1 de abril de 2016

AINDA QUE DOA




SENHOR WERTHER
meu DONO e meu AMOR,

Ainda que doa,
Te ofereço minha carne
pra que dela faças uso
como quiseres.

Ainda que doa,
Te ofereço minha mente
pra que nela brinques
como quiseres.

Ainda que doa,
Te ofereço minha alma
pra que nela permaneças
enquanto quiseres.

Mas, se nada do que Te ofereço
Te apraz, SENHOR,
tens ainda meu coração encantado
que é só teu... 
Ainda que doa.


{W_[amar yasmine]}